Série dramática policial / Ficção em 07 episódios.

em 27 de maio de 2018

Série dramática policial / Ficção

07 episódios de 52’

Roteiro: Amós Heber

Direção: Joelzito Araújo

 

Sucessões de tragédias pessoais na infância fazem o delegado Danilo abominar injustiças e temer a morte como linha final da existência humana. Por ser íntegro e popular, uma disputa de interesses públicos e midiáticos é projetada sobre o policial. Um assassinato e um rapto em seu seio familiar farão o delegado questionar-se sobre a esperança na justiça dos homens e de Deus, fazendo brotar nele o sentimento de vingança.

 

Série dramática, de cunho policial, Alma Faminta aborda o conflito humano diante da fragilidade e perecimento da vida diante da morte. Para além de tragédias, há a dualidade entre a manutenção dos valores morais arraigados na sociedade e os nossos desejos profundos, contidos, ordinários, obscuros e transgressores que podem nos conferir estado de cólera e a realização atrocidades, quando não abastecidos.

 

Adaptada do livro “Furúnculos”, de Amós Heber, traz através do protagonista, o delegado Danilo, a inquietação do autor diante da violência social em suas diversas faces. O trabalho dele como policial interpolado por questões políticas e pela ação midiática, sensacionalista revela ao espectador uma trama de interesses sórdidos por trás das políticas de segurança pública e das ações interpretadas como interesse comum para o combate dos crimes nas comunidades.

 

Mas há também a repressão social dos nossos instintos mais puros para a manutenção da vida em sociedade, e estes, quando aflorados, revelam os amores, a fome, o medo e o orgulho que nos fazem matar e morrer. Os crimes são pano de fundo para a discussão central sobre o valor da vida e suas representações metafísicas post-mortem. Há um significado efetivo em se viver quando o final de tudo é a morte? Se morrer é o fim, então para quê viver?