OBÁ CACAUÊ PRODUÇÕES
 
Uma das produtoras que mais crescem na Bahia, a Obá Cacauê é comandada desde 2011 por Fabíola Aquino, cineasta, roteirista e produtora. A empresa tem foco na criação, produção e difusão audiovisual, tendo realizado diversos projetos de sucesso na área. Vencedora de prêmios e destaque em festivais, contemplada em diversos editais da Ancine nas categorias série de ficção, longas documentários, telefilmes, entre outros formatos e parceiros no setor.
 
Destacam entre suas produções, o documentário Água de Meninos - A Feira do Cinema Novo (2012, 52’), direção Fabíola Aquino, e coproduzido pela Apus Filmes. Laureado com o Prêmio de Melhor Composição Sonora no Recine - Festival Internacional de Cinema de Arquivo, 2012 - Rio de Janeiro, já foi licenciado por dois canais fechados e encontra-se disponível em VOD. 
 
Ainda inédita, a série de ficção Sonhadores, com direção de Julia Ferreira, foi finalizado em 2019, e é resultado do Edital de Arranjos Regionais – edital entre a Secretaria da Cultura do Governo do Estado da Bahia com a Ancine. No elenco Fernando Alves Pinto, Antonio Pitanga, Aicha Marques e estreando Brunno Pastori. 
 
Samba Junino – de porta em porta (50’), e Balizando 2 de Julho (25’) são documentários da Obá, produzidos e dirigidos por Fabíola Aquino e lançados em 2019, ambos com o apoio financeiro da Fundação Gregório de Mattos – Prefeitura de Salvador.  
 
Em produção o documentário Diário da Primavera (72’), direção Fabíola Aquino e co-direção Juliano de Paula, produzido via PRODAV 02, com a CinebrasilTV e co-produzido pela Frame 22 Hub de Conteúdos. 
 

Outras coproduções da Obá são: Àkàrà no fogo da intolerância, um documentário de longa-metragem produzido pela Apus Filmes, dirigido por Claudia Chaves, e Homem de Teatro, telefilme documentário produzido pela Moinho Filmes e dirigido por Alexandre Marinho. Os três documentários têm estreia prevista em 2020 na televisão brasileira.

 

Fabiola Aquino

Fabíola Aquino

Cineasta, sócia da Obá Cacauê, produtora com mais de 20 anos de experiência. Entre suas produções está o documentário "Água de Meninos - A Feira do Cinema Novo" (2012, 52’), onde assina o roteiro, direção e produção e levou o Prêmio de Melhor Composição Sonora no Recine, 2012.

Foi diretora de produção e pesquisadora do documentário A Luta do Século, direção de Sérgio Machado, produzido pela Ondina Filmes, vencedor do prêmio de MELHOR LONGA-METRAGEM DE DOC no Festival do Rio 2016.  

Destaca-se como roteirista e produtora executiva de SEM DESCANSO, dirigido por Bernard Attal, que ganhou o prémio de MELHOR DOCUMENTÁRIO no Black Montreal International Film Festival em 2019.

Em fase de finalização do seu primeiro longa "Diário da Primavera", onde faz roteiro, direção, produção e é personagem no doc para TV.  Produtora executiva de Àkàrà no fogo da intolerância, longa, dirigido por Claudia Chavez, e Homem de Teatro, telefilme dirigido por Alexandre Marinho, juntos são três documentários com estreia em 2020. 

Produtora da série de ficção "Sonhadores", finalizada em 2019, quando lançou dois documentários dirigidos e produzidos por ela. "Samba Junino - de porta em porta" (50´), e "Balizando Dois de Julho" (25´).